NOSSA CIDADE / Goiabas

Goiabas de Carlópolis

Todo dia tem dinheiro e dá para podar o ano inteiro.” A afirmação do produtor de goiabas Osmar Viana ilustra o bom desempenho da agricultura familiar em Carlópolis, no norte pioneiro do Paraná. Ele faz parte da Associação dos Olericultores e Fruticultores de Carlópolis que produz de 20 a 30 toneladas da fruta por mês. Graças à prática do associativismo, o pequeno município se tornou o maior produtor de goiabas de mesa da América Latina. 

O desenvolvimento da fruticultura em Carlópolis é uma das ações implementadas pelo Programa Cidade Cooperativa, uma iniciativa do Sebrae/PR para promover o desenvolvimento local. A proposta do projeto é criar condições para a melhoria do ambiente de negócios e o fortalecimento empresarial, tornando os municípios que fazem parte do projeto em uma referência em desenvolvimento econômico e comunidade sustentável. 

Roberto Janz, consultor do Sebrae/PR, explica que um diagnóstico apontou os pontos fortes de cada município e mostrou a vocação e o potencial de Carlópolis para a fruticultura. O primeiro passo foi planejar ações específicas para fortalecer o setor e o associativismo no local.

Desde que o Cidade Cooperativa iniciou no município, em dezembro de 2009, a Associação dos Olericultores e Fruticultores, inaugurada em 1996, deu um grande salto. Hoje, a associação conta com 61 associados que passaram por capacitações e adoção de boas práticas agrícolas promovidas por parceiros do projeto, como o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Paraná (Senar-PR). 

As consultorias do Sebrae/PR na área de gestão do agronegócio previram a construção de um centro de distribuição que agregou valor ao produto, além da criação de logomarca, design de embalagens e caixas e desenvolvimento de website da Associação dos Olericultores e Fruticultores. Os produtores também já ganharam um terreno para a construção da sede própria. 

“Hoje, os produtores de Carlópolis já alcançaram a maturidade e estão caminhando sozinhos, em alta velocidade. A previsão é realizar eventos voltados para a tecnologia agrícola, para melhorar a qualidade dos produtos e tornar a cidade um pólo na produção de frutas”, afirma Roberto Janz. Ele acrescenta que as consultorias do Sebrae/PR incentivam ainda o crescimento do agronegócio a partir da utilização dos produtos que não são comercializados para a produção de doces e compotas e para a indústria da polpa. 

Atualmente o município conta  com o selo de localização geográfica da Goiaba, que garante a abertura das portas do mundo todo para o produto de Carlópolis.

Além da produção de goiabas de mesa, os agricultores plantam lichia, figo da índia, abacate, caqui e pimentas. 

Capital social

Segundo o produtor Osmar Viana, a margem de lucro no plantio de goiabas chega a 60%. “O mercado é promissor se o produto for de qualidade. Os produtores precisam conhecer o processo e saber selecionar as frutas”, diz. 

Além de engrossar o orçamento da população que vive no campo, a fruticultura contribui com o desenvolvimento do município e é uma das responsáveis pelo emprego pleno em Carlópolis, onde a mão de obra é escassa em todos os setores. Isso porque a fruticultura atrai os profissionais para a zona rural e garante um salário de até R$ 50,00 por dia para quem trabalha na colheita das frutas, que é manual. 

De acordo com Roberto Janz, a instalação de um ‘capital social’ é a maior vantagem do Cidade Cooperativa. “As ações em grupos setoriais distintos como fruticultura, cafeicultura, psicultura, turismo, além da municipalização da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, mudaram o cenário de Carlópolis”, enfatiza.

O Programa Cidade Cooperativa contempla quatro cidades no Paraná: Carlópolis, Imbaú, Bom Sucesso do Sul e Munhoz de Mello. 

Fonte: Portal do Agronegócio

Carlópolis - Maior produtor de Goiaba de Mesa da América Latina

Anexo

Horário de atendimento SEGUNDA A SEXTA DAS 08h ÀS 11h30 E DAS 13h ÀS 17h.

Última Atualização do site:   09/09/2020 18:50:56