NOSSA CIDADE / Angra Doce

Projeto Angra Doce

O projeto

O Projeto de Lei nº. 3031/2015, do Deputado Federal Paulista Capitão Augusto busca instituir a região de Angra Doce como Área Especial de Interesse Turístico, composta por vários municípios dos Estados de São Paulo e Paraná, como Chavantes, Ribeirão Claro, Carlópolis, Siqueira Campos, Ourinhos, Salto do Itararé, Tamburi, Ipaussu, Canitar, Fartura, Itaporanga, Piraju, Bernardino de Campos, Barão de Antonina, entre outros.

A iniciativa visa resguardar a riqueza natural da região e ampliar o potencial de Turismo dos rios e represas que banham os municípios.

Na justificativa do seu projeto, Capitão Augusto lembra que a Usina Hidrelétrica de Chavantes, localizada no Rio Paranapanema, a 3 km da foz do Rio Itararé, tem seu reservatório ocupando uma área aproximadamente 400 km2 , com capacidade de armazenamento de 9,4 bilhões de m3.

O represamento das águas pela usina deu origem a um grande lago, de singular beleza natural, que conferiu aos municípios do seu entorno o potencial para desenvolvimento nessa região de entretenimento e lazer, com condições de se tornar um importante destino turístico do país.

Atualmente turistas dos quatro cantos do Brasil escolhem o destino local para prática de esportes, como canoagem, rafting, trekking, voo livre, paraglider, passeios náuticos, cavalgadas, caça e pesca.

Na área de abrangência da Angra Doce são realizadas importantes competições aquáticas, como o Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona 2011, em Ribeirão Claro, o campeonato nacional de Canoagem realizado em Piraju, entre outras.

A própria equipe da Seleção Brasileira de Canoagem Velocidade (CBCa) já esteve na região para treinamento dos canoístas brasileiros nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara 2012, onde foram definidas as vagas para as Olimpíadas de 2016.

Segundo o deputado, esses são exemplos que fundamentam o motivo pelo qual o reservatório da represa de Chavantes e seu entorno cumprem todas as condições para que sejam considerados uma Área Especial de Interesse Turístico. Quanto ao nome Angra Doce, o deputado explica que “o potencial turístico da região é semelhante ao de Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro, razão pela qual sugerimos que seja denominada ‘Angra Doce’”.


Horário de atendimento SEGUNDA A SEXTA DAS 08h ÀS 11h30 E DAS 13h ÀS 17h.

Última Atualização do site:   09/09/2020 18:50:56